A definição de portfólio pode ser dada pelo conjunto de trabalhos, que uma empresa ou uma pessoa executa, apresentados em um único local com propósitos bem definidos. Divulgar o trabalho, conquistar novos clientes, uma nova proposta de empresa; são alguns dos objetivos por trás da criação de um portfólio.

Processos e estratégias para a criação de um portfólio online

Expor os trabalhos realizados através da internet, por meio de um site do tipo portfólio, consegue atender melhor o objetivo de alcançar um grande volume de pessoas. No entanto, para que o site gere os resultados esperados alguns pontos precisam ser trabalhos; desde a concepção do portfólio como projeto até a criação do site.

Uma dessas características do portfólio online é o conteúdo que ele trará consigo. O site precisa, além de trazer as peças produzidas, contar com informações relevantes para informar o visitante a respeito daquilo que está sendo visto. Estratégia, planejamento e execução aliados a essênci,a que define um bom portfólio, são capazes de gerar grandes resultados.

O que é Portfólio?

Portfólio é o termo utilizado para denominar uma coleção de trabalhos. A criação de um portfólio é usada mais frequentemente por ofícios que fazem uso direto da criatividade em seus trabalhos. Pessoas físicas e empresas (aqui estão incluídos também os profissionais freelancer, que mesmo fazendo todo o trabalho sozinhos, precisam se ver e atuar como tal) fazem uso desse recurso para reunir em único local seus principais projetos.

Um portfólio pode ser feito através de um meio físico (como uma pasta, por exemplo) ou em uma mídia digital. Essa compilação de trabalhos conta ainda com a exposição do seu autor mediante informações acerca dos trabalhos desenvolvidos e de suas habilidades.

O autor expressa em seu portfólio a sua identidade, seus conhecimentos e seu ponto de vista com os seus projetos realizados. Uma outra maneira de se utilizar um portfólio é fazer dele o “cartão de visitas” do negócio; essa prática ainda possui a vantagem de poder apresentar muito mais informações que um simples cartão ou folheto.

Os profissionais que pretendem criar um bom portfólio e colher igualmente bons resultados, devem pensar no projeto não apenas como um arquivo de documentos, mas sim como uma estratégia de negócios. O uso de uma coleção de trabalho mostra-se muito importante para as relações comerciais e sua serventia vai muito além da simples apresentação de trabalhos.

Para quê serve um Portfólio?

Um negócio, para garantir seu espaço no mercado de trabalho, necessita realizar ações de maneira pró-ativa. O portfólio serve como ferramenta para iniciar conversas, aproximar clientes e concretizar vendas.

Os trabalhos reunidos dentro do portfólio é uma maneira da empresa comprovar sua capacidade profissional aos potenciais clientes. Mediante a exposição dos trabalhos realizados os interessados podem avaliar o nível do trabalho e julgar melhor se a empresa possui a qualidade que estão a procura.

Enquanto que pessoas físicas, que trabalham como funcionários de alguma empresa podem fazer uso do portfólio para buscar uma melhor colocação; o foco das empresas está em fechar novos negócios. Os objetivos serão alcançados pois a divulgação aberta dos projetos transmite uma maior segurança para o contratante e permite conhecer melhor o trabalho que o funcionário ou empresa realiza; pois apresenta também a formação, interesses e muitos outros detalhes de seu autor.

A demonstração de experiência através de um portfólio, assim como as demais utilidades do mesmo, somente serão alcançadas se a concepção do projeto for realizada seguindo as diretrizes certas para essa poderosa ferramenta de trabalho.

Como fazer um Portfólio?

Para que um portfólio seja criado, antes de pensar nas particularidades do projeto é preciso garantir que exista e vá continuar existindo conteúdo a ser divulgado dentro dele. Claro que negócios embrionários não nascerão com portfólios recheados de projetos, mas o importante nesse ponto é manter bons e atualizados exemplos daquilo que a empresa oferece.

Ainda assim apenas o conteúdo em si não basta para se obter um bom portfólio. Um negócio que pretende criar um portfólio precisa trabalhar nos seguintes aspectos:

  1. Realização de projetos
  2. Definições e Organização
  3. Produção de conteúdo
  4. Divulgação

Dessa forma tudo aquilo que estará presente dentro do portfólio estará operando em prol da obtenção dos objetivos traçados inicialmente.

Realização de projetos

Um bom portfólio precisa de trabalhos em exposição. Não existe um número ideal de trabalhos a apresentar, cada negócio é livre para montar sua coleção da maneira que preferir. No entanto, trazer apenas poucos projetos pode não surtir o efeito esperado.

Enquanto não realiza os primeiros trabalhos, o autor pode fazer uso de outros meios para chegar a seus clientes, como por exemplo um site institucional. Após alguma bagagem adquirida, o autor poderá então incluir a ferramenta portfólio como estratégia operacional para o negócio.

Criar projetos para si próprio, destinados exclusivamente para o portfólio é uma boa estratégia não apenas para fazer volume, mas também para aperfeiçoar suas técnicas de trabalho e representar em detalhes as capacidades de um determinado tipo de projeto.

Por outro lado, uma empresa que opta por expor os trabalhos feitos para clientes precisa do consentimento do cliente para expor o trabalho. Pedir a autorização expressa do cliente para que o trabalho prestado possa ser incorporado ao portfólio é fundamental para evitar desentendimentos e problemas maiores. Alguns clientes podem ter restrições quanto a divulgação de informações internas.

Definições e Organização

Com os projetos desenvolvidos, a empresa precisa fazer uma triagem a fim de obter apenas aquilo que melhor representa seus serviços. Além da escolha dos melhores projetos, para realizar esse processo é importante a empresa se atentar em transmitir as capacidades e especialidades que a empresa oferece. Buscar trabalhos originais, com recursos desenvolvidos sob demanda a outros clientes e também opções criativas, enriquecem o portfólio.

Com as opções escolhidas para ilustrar o portfólio a empresa deve evidenciar suas características em comum. Agrupar os projetos em categorias, por assuntos, por técnicas de produção ou por segmento de clientes funciona muito bem para a abordagem de futuros clientes, pois poderão encontrar e analisar mais facilmente os serviços feitos para outros clientes de interesses semelhantes.

Produção de conteúdo

Melhores projetos escolhidos e devidamente organizado é preciso investir na produção de conteúdo sobre aquilo que foi feito. A exposição do projeto deve ser acompanha de informações relevantes para informar melhor o potencial cliente.

O uso do conteúdo bem produzido servirá também para persuadir as pessoas a optar pelos serviços da empresa. Um artista plástico, além de expor suas obras, pode informar as técnicas utilizadas, dimensões de uma obra criada, a mensagem que deseja passar com ela. Um fotógrafo, da mesma forma, pode fazer uso da criatividade e apresentar seus ensaios baseado em uma narrativa ao invés de simplesmente anexar suas fotos ao portfólio.

Esse trabalho com o conteúdo pode deixar claro o processo utilizado para se chegar ao resultado final, pode explicar melhor trabalho, demonstrar profundidade pela exposição de pormenores, enfim; um conjunto de informações que agregam valor ao que foi feito.

Divulgação

Estruturada a coleção de trabalhos, a empresa precisa levar seu material adiante. Enquanto o formato físico requer um esforço maior para chegar as mãos das pessoas, um portfólio online (feito através do meio digital) consegue impactar muito mais pessoas, em menos tempo e a um custo mais acessível.

A empresa que cria seu portfólio online mantém seus trabalhos expostos em tempo integral. A facilidade de atualização, manutenção e veiculação do material também são fatores que fazem do portfólio online a melhor escolha de formato para a empresa que decide apresentar seus trabalhos.

Dependendo da profissão da pessoa, da especialidade da empresa e do tipo de serviço prestado pode existir alguma dificuldade para que a empresa crie um portfólio online. Especialmente em ofícios onde não se possui muita intimidade com computadores e internet, existe esse equívoco de achar que o processo é complicado. Pelo contrário, com pequenas ações a empresa já consegue criar seu site portfólio online e obter bons resultados a partir dele.

Portfólio Online, Ferramentas e Tecnologia

Assim como para qualquer site de conteúdo dinâmico (que está em constante atualização), um site do tipo portfólio requer apenas quatro itens básicos para ser concebido:

  1. Site
  2. Domínio
  3. Hospedagem
  4. Sistema gerenciador de conteúdo

O portfólio será exibido na internet através de um site. Logo, a empresa que pretende criar seu portfólio online precisa criar um site com as particularidades previstas pelo portfólio em si.

O domínio é o endereço do site na internet. Um portfólio profissional requer um domínio próprio que pode ser nome e sobrenome de seu autor, nome da empresa, nome seguida da área de atuação; informação que remeta diretamente àquilo que se pretende divulgar. O ideal é que o domínio seja composto apenas por letras minúsculas (e talvez números) para facilitar a memorização e digitação das pessoas enquanto navegam pela internet.

O serviço de hospedagem de sites é o que vai manter o portfólio disponível na internet o tempo todo. Ao contratar uma hospedagem a empresa reserva um espaço para si em um servidor onde poderá enviar seus arquivos. O domínio vinculado a hospedagem permite às pessoas acessarem o site e tais arquivos de tal modo que estes ficam diretamente relacionados ao nome do autor dos trabalhos.

E para manter esse site atualizado, a empresa necessita de um sistema gerenciador de conteúdo. Esse sistema deve permitir que a empresa possa atualizar seus trabalhos (o conteúdo do site de modo geral) sem a necessidade de um especialista em programação, mas sim por conta própria. Para ter esse resultado alguns sites são construídos sobre outras plataformas, como é o caso do WordPress que permite a integração de um site com o seu sistema para gerenciar conteúdo; e outros optam por desenvolver ou fazer uso de soluções próprias.

Requisitos para um Site Portfólio

Algumas empresas oferecem os serviços necessários para a criação de um site do tipo portfólio de maneira conjunta. A mesma empresa pode se encarregar de registrar seu domínio, criar um site e fazer a hospedagem. Outra pode criar o site e o sistema gerenciador de conteúdo. E também existem plataformas, como a da Kodame, onde você encontra todas essas opções juntas.

Seja qual for a escolha, o mais importante é encontrar uma solução que melhor se adeque a realidade de cada negócio e que traga consigo alguns elementos fundamentais para todo portfólio digital:

  • Design atraente, porém simples: o foco deve ser direcionado para o trabalho em si;
  • Identidade visual: o design deve ainda estar alinhado com as especificações da marca, do autor dos trabalhos;
  • Comunicação direta: o site deve permitir o fácil acesso aos trabalhos e viabilizar o uso da organização estabelecida;
  • Meios de contato: é preciso ter espaço para divulgar as informações de contato e possuir um formulário para envio rápido de mensagens;
  • Integração com as Mídias Sociais: oferecer botões de compartilhamento e espaço para expor conteúdo gerado em outros sites.

Esses são os elementos essenciais a um portfólio online; a partir deles cada negócio pode explorar outras possibilidades como a avaliação de projetos, permitir comentários, recomendar para amigos e tantas funcionalidades mais.

Conteúdo para montar um Portfólio Online

Chegado o momento de fazer uso do sistema gerenciador de conteúdo para publicar seu material, o criador do portfólio precisa não apenas contar com o conteúdo produzido sobre os trabalhos em si (produzido no processo de criação do portfólio), mas também expor outras informações que servirão para sustentar tais trabalhos.

Uma pessoa física pode anexar ao seu portfólio digital:

  • Arquivo com seu currículo;
  • Cursos realizados;
  • Habilidades profissionais;
  • Evidenciar suas habilidades e especializações.

Enquanto que uma empresa pode focar em expor:

  • Carta de apresentação;
  • Histórico da empresa;
  • Conceitos de interesse (como Missão, Visão e Valores);
  • Serviços oferecidos;
  • Quadro de funcionários, sede, CNPJ e outras informações sobre a empresa que transmitam segurança aos visitantes do site por garantir que a empresa de fato existe.

Tanto o profissional quanto a corporação, ambos podem otimizar seus resultados inserindo dentro do portfólio online:

  • A descrição completa de cada trabalho;
  • Concursos vencidos e prêmios conquistados;
  • Evidenciar os pontos fortes da prestação de serviço
  • Processo criativo;
  • Processo de produção;
  • Link ou endereço para visualização do trabalho original;
  • Técnicas e/ou tecnologias usadas;
  • Depoimentos de clientes.

Criação de um Portfólio Profissional

Divulgar os trabalhos realizados através de um portfólio, seja o autor dos trabalhos pessoa física ou jurídica, é uma estratégia de negócios muito poderosa. O portfólio pode ser usado como ferramenta de prospecção, negociação, auxílio para a definição de escopos, referência, inspiração e gerar resultados em diferentes áreas de um negócio.

De todas as versões e formatos de portfólio, a versão digital, principalmente com um site próprio, mostra-se o meio com o melhor custo-benefício com relação aos demais.

As etapas do processo de criação de um portfólio – desde a estruturação do portfólio como um sistema por ele mesmo, até a construção de um site com as devidas características – permitem evidenciar as particularidades de cada negócio e colocá-las em evidência dentro da coleção de trabalhos. Assim, criar um portfólio representa uma vantagem considerável para garantir um espaço no mercado.